ACESSE O PORTAL WWW.PAGINA1PB.COM.BR

» » » » Defesa de Dilma quer anular depoimentos de Marcelo Odebrecht e João Santana



Os advogados de Dilma Rousseff apresentaram nesta quinta-feira (01) a estratégia de defesa da ex-presidente para o julgamento pelo TSE do pedido de cassação da chapa Dilma-Temer.

As delações premiadas do empreiteiro Marcelo Odebrecht, do marqueteiro João Santana e sua esposa Monica Moura estão na mira dos advogados da ex-presidenta.

A defesa de Dilma afirma que os três mentiram durante a delação premiada. O advogado Flávio Caetano deu exemplos do que está chamando de falso testemunho, como a discrepância das datas apresentadas por Marcelo Odebrecht do dinheiro que teria sido destinado às campanha presidencial.

Nas alegações finais, os advogados de Dilma pedem que os depoimentos sejam considerados nulos e que os três sejam investigados por falso testemunho e percam os benefícios da delação premiada.

Eles também vão defender a tese de que é impossível separar as prestações de contas Dilma Rousseff e de Michel Temer, pedido feito pela defesa de Michel Temer em março desse ano.

Em caso de derrota, os advogados avisam que vão pedir a aplicação do novo código eleitoral, que prevê eleições diretas em caso de chapas cassadas antes de seis meses do final do mandato.

Nas alegações finais, a defesa de Michel Temer também pede a anulação dos depoimentos de Mônica Moura, João Santana e Marcelo Odebrecht. Os advogados do PSDB, autor da ação que pede a cassação da chapa, vão defender que o presidente não tem responsabilidade sobre as contas da campanha.

Edson Pereira

O Portal Fala Prefeito é um projeto de caráter informativo e dedicado a trazer a nossos leitores de forma universal e multilíngue, estabelecido na internet sob o princípio da responsabilidade, a informação.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :