O Estado da Paraíba não está mais suportando as despesas da Universidade Estadual da Paraíba. Cerca de 120 professores substitutos foram demitidos e cancelada a nova chamada de 2.700   estudantes de graduação que entrariam na instituição no segundo semestre de 2017.

O governador Ricardo Coutinho (PSB), disse que as recentes demissões realizadas na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) foi preciso para que a instituição se adaptasse à crise financeira enfrentada pelo Brasil.

“A UEPB tem que se adequar à realidade nacional e da Paraíba. O governo do estado, por exemplo, já cortou 30% dos funcionários comissionados e vai continuar cortando”, disse.

O UEPB tem um custo anual de R$ 290 milhões, enquanto a UERN tem um orçamento executado de R$ 330 milhões.

Desde o início do governo de Ricardo Coutinho, em 2011, a UEPB passa por um processo de redução de recursos. No primeiro momento, o governador mudou a lei de autonomia e passou a reduzir o orçamento da UEPB em valores percentuais, mesmo aumentando o valor real

Para o ano de 2017 a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou para a UEPB um orçamento de R$ 317 milhões (o executado em 2016 foi R$ 307 milhões). Este ano, contudo, ao apresentar o Quadro Demonstrativo de Despesa (QDD) do Orçamento do Estado, o governador apresentou o da Universidade com o valor de R$ 290,6 milhões, ou seja, com um corte de R$ 27 milhões.



 Blog do Primo.

Edson Pereira

O Portal Fala Prefeito é um projeto de caráter informativo e dedicado a trazer a nossos leitores de forma universal e multilíngue, estabelecido na internet sob o princípio da responsabilidade, a informação.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :