ACESSE O PORTAL WWW.PAGINA1PB.COM.BR

» » » Aesa constata crescimento do nível em Boqueirão; reunião discutirá restrição do uso da água

Na próxima sexta-feira (28) a Agência Nacional de Águas (ANA) e a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) farão uma reunião para apresentar a atual situação do açude Epitácio Pessoa – Boqueirão – e as restrições de uso das águas da transposição do Rio São Francisco que chegam ao reservatório. Até a manhã desta segunda-feira (24), o reservatório estava com 12,6 milhões de metros cúbicos, o que equivale a 3,1% da capacidade máxima (411 milhões de metros cúbicos). O evento acontece a partir das 15h, na Colônia de Pescadores do acampamento do DNOCS, em Boqueirão.
O convite é direcionado aos usuários em geral e grupos de interesse como a colônia de pescadores, associação dos irrigantes, Comitê da Bacia do São Francisco e o Ministério Público da Paraíba. “Mais de meio milhão de metros cúbicos já entrou no açude que tinha 11.984 metros cúbicos antes a chegada das águas da transposição. Queremos informar sobre a situação e lembrar sobre a resolução que proíbe o uso da água para a irrigação neste momento até regularização da situação urbana”, destacou.
Nos primeiros dias de funcionamento do canal da transposição, foi flagrado furto de água por um fazendeiro entre os municípios de Boqueirão e Cabaceiras. O presidente da Aesa afirmou que recebeu uma denúncia anônima sobre o fato e que o agricultor teria feito um pequeno canal para desviar água da transposição para encher um barreiro em sua propriedade. “A situação está sendo resolvida. Vamos fazer a fiscalização de ofício, mas a contribuição da sociedade é muito importante”.
Boqueirão –  Em relação à vazão, ela está muito aquém dos 9 metros cúbicos esperado. Na última sexta-feira foi constatado que as águas passaram em Monteiro com uma vazão de 7.8 m3/s, 7.7 m3/s em Poções e 7.6 m3/s em Camalaú. “Nesse trecho de Camalaú a Monteiro está estabilizado. Em Boqueirão, a vazão medida na quarta-feira passada era de 3.75 m3/s, mas será medido novamente amanhã”, informou.
João Fernandes disse ainda que o município de Campina Grande está retirando 850 litros/segundo por dia. “A medida que for aumentando o nível, o município já está autorizado pela ANA e pela Aesa a ampliar a retirada até 1.100 litros/segundo”, garantiu.
Com a transposição, as águas do Velho Chico beneficiarão aproximadamente 716 mil habitantes. Além de Campina Grande, os municípios atendidos serão: Barra de Santana, Caturité, Queimadas, Pocinhos, Lagoa Seca, Matinhas, São Sebastião de Lagoa de Roça, Alagoa Nova, Boqueirão, Boa Vista, Soledade, Juazeirinho, Cubati, Pedra Lavrada, Olivedos, Seridó, Cabaceira.

Edson Pereira

O Portal Fala Prefeito é um projeto de caráter informativo e dedicado a trazer a nossos leitores de forma universal e multilíngue, estabelecido na internet sob o princípio da responsabilidade, a informação.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :